quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Metalinguagem

Tentei escrever grandes versos
Escrevi palavras
Escrever não é algo tão simples
É talvez um dom, uma coisa sublime
Perder horas pintando em uma folha
Versos que nos fazem pensar
(Perder horas? Na verdade, ganhar!)
Ora estou aqui, ora acolá
Pego na caneta e ponho-me a pensar
Às vezes nem penso, só escrevo
O que a natureza dos versos vem soprar
Viro a noite escrevendo este,
Que talvez não vá gostar
Este que escrevo não é mais um
Nem o mais bonito para se admirar;
Com ele quis mostrar com uma diferenciada
[linguagem
Como a temida metalinguagem se dá.

Erlei Morbeck – 15/12/08

5 comentários:

Mai :) disse...

" Escrever não é algo tão simples
É talvez um dom, uma coisa sublime..."

É realmente isso é um dom!
Meus parabéns meu amigo!

:D

Anônimo disse...

vc realmente é muito talentoso amei todos os que eu li.

Bianca disse...

meu amigoo é uma arteee, lindooo, inteligente e poetaa ahsuihihsiahsaush lindo demais viu binho! ameeeei :D amovc

warley disse...

Metalinguagem..
acho que todo o escritor que se presa jah escreveu um poema sobre a arte de escrever..
e sobre o outro..hum.. tem que alçar vôo msm...
]ta massa o blog

Erlei disse...

UHeuh..
Vlw Warley. Agradeço de coração pela visita e pelo comentário meu brother. Esteja sempre livre para fazer-me uma visita virtual. Serás sempre bem vindo! Os comentários só me engrandecem e fazem com que eu "alce vôos" mais longes. hehe
abração.